Especial - Jedicon 2018 De fã para fã

Por que não compartilhá-lo com um amigo?

O Grupo Nerd foi convidado a participar de um dos eventos mais importantes do universo.

A 19º edição da Jedicon aconteceu no Colégio Passionista São Paulo da Cruz, no bairro do Tucuruvi. Durante 8 horas, os fâs do universo criado por George Lucas puderam curtir e apreciar várias atrações, como musicais, palestras e muito mais.

ESTRUTURA

O Colégio Passionista é bem grande e todas as àreas foram muito bem distribuídas.

Existiam 03 áreas com tudo o que você pode imaginar do universo Star Wars: action figures, sabres de luz, capacetes e máscaras dos mais icônicos personagens da franquia, chaveiros, réplicas de naves, destroiers imperiais, x-wings, livros e muito mais.

O anfiteatro do colégio serviu para as diversas palestras que se seguiram durante todo o dia, destacando a presença dos ilustres Bruno MicaliKika Martini da Voxel, onde discutiram sobre o futuro do universo gamer e das sagas Star Wars nos games.

Anderson Roberto, Kika Martini, Bruno Micali - Jedicon 2018
Anderson Roberto, Kika Martini, Bruno Micali – Jedicon 2018

O ginásio foi usado como palco para diversas apresentações, como a orquestra São Paulo Pops Symphonic comandada pelo maestro e arranjador Ederlei Lirussi.

PÚBLICO

Público - Jedicon 2018
Público – Jedicon 2018

O público visitante da Jedicon 2018 é uma galera apaixonada e especializada sobre o assunto. De todas as idades e de várias partes do país. Muita gente feliz aqui para celebrar, respirar, sentir e vivenciar Star Wars.

COSPLAY

Cosplay - Jedicon 2018
Cosplay – Jedicon 2018

É incrível a qualidade e o nível dos detalhes, quando falamos de cosplay de Star Wars.

Tinha de tudo na feira: Darth Vader, stormtroopers de várias patentes e divisões, mestres jedis de várias raças, tropas rebeldes, clones, enfim, todos estavam lá, até mesmo o Jar Jar Binks.

Durante a Jedicon 2018 houve um concurso de cosplay (e você achou que não haveria???) .

Confira os cosplays da Jedicon e demais atrações na nossa galeria do Instagram clicando aqui.

ATRAÇÕES

A feira este ano estava bem movimentada, pois além de dois filmes (Os Últimos Jedi e Han Solo) a serem discutidos por uma galera que entende muito bem do assunto, nós tivemos:

Greeblies – Props & Cosplay
Especialistas em criação e desenvolvimento de props e acessórios para cosplays.

Galactic Academy Brazil
O mais novo fã-clube de Star Wars, composto por crianças e adolescentes.

Philippe Maia
Dublador e um dos fundadores do Conselho Jedi Rio de Janeiro.

Banda Triscore
Show com temas de Star Wars e outras sagas amadas pelos fãs da cultura pop.

Star Wars Destiny
Houve um campeonato de Star Wars Destiny, jogo de cartas e dados temático da saga.

ENTREVISTA – ALAN TADINI

Anderson Roberto e Alan Tadini - Jedicon 2018
Anderson Roberto e Alan Tadini – Jedicon 2018

Tivemos a oportunidade de bater um papo com Alan Tadini, que faz parte do Conselho Jedi SP que organiza a JediCon, além de ser membro da 501st Divisão Brasil – Brazilian Division Garrison.

Anderson Roberto – Grupo Nerd
O que você pode nos falar da Jedicon 2018?

Alan Tadini – Conselho Jedi SP
A Jedicon é um evento pequeno, pois ele é de fâ para fã, sem fins lucrativos, e já estamos na 19º edição. A primeira Jedicon foi em São Paulo em 1999 e foi muito louco.

A segunda Jedicon foi no Rio de Janeiro e ela surgiu da vontade dos fâns. Lá em 99 o Brian teve uma ideia, “vamos juntar fâns de Star Wars” e colocou um anuncio no jornal, dai umas três pessoas se juntaram e organizaram o que seria o primeiro fâ clube que seria o Conselho Jedi RJ e tinha uma sala criada no MIRC pelo Cláudio Cavalcante e através dessa sala descobriran-se vários outros fâns. E dali nasceu a semente do primeiro fâ clube. No ano seguinte veio o Conselho Jedi São Paulo.

Em 1997 Conselho Jedi RJ, em 1998 Conselho Jedi SP e em 1999 os dois se juntaram e criou-se a primeira Jedicon aqui em São Paulo, também por conta do filme “A AMEAÇA FANTASMA”. Daí em 2000, foi no Rio de Janeiro.

Nós não tínhamos coro para fazer uma Jedicon com muita gente, aí a galera de São Paulo se juntou e foi para o Rio de Janeiro, essa que por acaso foi a primeira Jedicon que eu fui.

Então a primeira Jedicon não foi nem em São Paulo, foi no Rio de Janeiro. Peguei o ônibus de madrugada, e a galera do Conselho Rio me pegou lá na rodoviária e me levaram para o local do evento, onde auxiliei na organização, onde eu era apenas um fâ filiado, nem fazia parte do Conselho. Eu continuei frequentando, pois sou do interior, sou de São José dos Campos que fica me torno de 80 a 90 Km de São Paulo,e em 2003 entrei para o apoio, videos etc… e quando percebi já estava dentro da organização da Jedicon que seria o segundo escalão na hierarquia do Conselho Jedi.

 

Anderson Roberto – Grupo Nerd
Ou seja, evoluiu de um jovem padawan para quase um mestre Jedi!

Alan Tadini – Conselho Jedi SP
(risos) Está mais para Cavaleiro Jedi!

 

Anderson Roberto – Grupo Nerd
Qual é a dificuldade de montar um evento deste tamanho, mesmo sendo apenas um dia?

Alan Tadini – Conselho Jedi SP
A grande dificuldade é encontrar um local com a estrutura exigida para comportar uma Jedicon aqui em São Paulo, por incrível que pareça, e com um preço que caiba no nosso bolso, pois como é um evento sem fins lucrativos e não temos patrocinadores caros, o evento tem que se pagar pela maioria das vezes pela bilheteria e com a ajuda das lojas que montam estandes aqui, então a nossa verba é pequena, e um dos objetivos principais da Jedicon é manter o preço do ingresso mais barato que a ida a um cinema.

Portanto, hoje você paga R$ 40,00, e comprando na pré-compra você ganha uma camiseta, e você vai em um evento onde o dia inteiro terão: palestras, shows, bandas sinfônica, galera fantasiada (cosplay), sorteio de brindes dos nossos parceiros, o dia inteiro (Hasbro, Editora Arafe, Panini, etc…), ou seja, nós temos um suporte muito forte, e por conta disso, fazer um evento deste tamanho, cobrando ingresso barato, acaba deixando o desafio de conseguir um espaço adequado pra isso e fazer tudo acontecer como deveria fica mais complicado.

Ela é feita de fâ para fâ, e a gente faz porque a gente gosta do que a gente faz e porque ficamos muito felizes em ver a alegria das pessoas que vem para cá, então às vezes quando existe uma ou outra divergência de idéias criativas, o que faz desempatar e unir a galera pra andar junto é estar de acordo que o público vai gostar, então é sempre pelos fâns, porque a gente também é fâ. Ai a gente pensa, o que a gente gostaria de ver no evento. Esse é um grande diferencial em relação a outros eventos muito maiores. Um bom exemplo é que um dos fundadores do fâ clube no Rio acabou virando um dos o dubladores oficiais. Isso é muito legal.

A Jedicon é o lugar onde a galera que gosta de Star Wars se sentem à vontade. Eles deixam de ser párias, eles podem fazer piadinhas do Jaba, pode falar do Salacius Crumb, eles podem falar daqueles personagens obscuros, falar do Tuskuen Rider que atirou no Anaquim quando ele estava no banheiro, que as pessoas vão saber quem que é, e isso é legal, então você não se sente excluído e foi isso que eu senti na minha primeiro Jedicon no Rio de Janeiro.

Os caras falavam de coisas que eu sabia e eu falava de coisa que o cara que estava do meu lado também sabia e eu não conhecia ninguém que sabia. Então o que a gente quis trazer para a Jedicon é isso, trazer um lugar onde as pessoas possam se sentir normais, e poder falar de coisas que gosta, usar a roupa que quer gosta (os cosplays que quiser), tem gente que monta um cosplay apenas para cá, que acaba usando na Comicom depois, mas os cosplayers de Star Wars, os caras que gostam se preparam muito para a Jedicon. Também, são 19 anos né, então tem história e o pessoal mata a gente se não faz.

 

Anderson Roberto – Grupo Nerd
O que podemos esperar para a próxima Jedicon?

Alan Tadini – Conselho Jedi SP
Cara, a próxima vai ser especial. A próxima é a vigésima Jedicon, então a gente está negociando umas coisas diferentes ai e não vou adiantar pra vocês, pra não gerar alguma expectativa de algo que pode não vir a ocorrer. Mas se preparem, pois essa Jedicon está muito legal, onde em um momento nós não tínhamos o espaço, ai de repente apareceu o espaço e em dois meses nós preparamos tudo. Então para a próxima nós já estamos nos preparando desde já, então preparem-se e separem ai a data que a gente não tem ainda, mas ali para o finalzinho do ano que vem, que é ano de filme e em ano de filme a Jedicon é muito mais legal ainda por que tem um tema para se discutir, muita especulação e a gente senta pra falar sobre isso e é um ano que até a Lucas Film dá mais atenção para os fâns, onde prepara mais coisas, solta mais coisas, e ai sim cara, ano que vem vai ser top.

Esperamos vocês na Jedicon 2019!!!

 

CONCLUSÃO

Com toda a certeza, a 19º edição da Jedicon foi fantástica. Para quem é fâ da série Star Wars, um evento como este é um verdadeiro colírio ao olhos. Ouvir a orquestra São Paulo Pops Symphonic tocar o tema do Jurassic Park, Super Man, e a Marcha Imperial é de arrepiar os pelos do corpo. Ano que vem teremos uma Jedicon especial, pois o evento vai comemorar 20 anos, e de acordo com os organizadores teremos surpresas surpreendentes. E o Grupo Nerd estará lá para cobrir e curtir o evento. Nos vemos no ano que vem joven padawan.

NOTA DO REDATOR

Anderson Roberto, Meninas Superpoderosas, Macaco Lôco - Jedicon 2018
Anderson Roberto, Meninas Superpoderosas, Macaco Lôco – Jedicon 2018

Essa foi a minha 1º Jedicon e foi simplesmente emocionante. Tiramos quase 700 fotos lá e fizemos uma seleção especial das melhores para a galeria de fotos.

Exatamente como o título sugere, esse evento é feito de fâ para fâ, e como um fã de carteirinha, posso dizer! “VIDA LONGA À JEDICON

May the Force be with you!!!

Login

Welcome! Login in to your account

Remember me Lost your password?

Lost Password